Por que a Madeira é o segredo mais bem guardado de Portugal

Viajantes do mundo inteiro descobriram na última década os encantos de Portugal. Mas a região autônoma da Madeira ainda está um pouco fora do radar dos turistas.

Câmara de Lobos na Madeira, Portugal.

A cerca de 90 minutos de voo de Lisboa, a Madeira é um arquipélago com ilhas paradisíacas que mesmo os portugueses do continente visitam com pouca frequência. É uma joia escondida que deve estar na lista dos melhores lugares do mundo para conhecer antes de morrer.

Foi pensando nisso que elaboramos essa pequena lista com algumas razões para visitar a Madeira na sua próxima viagem a Portugal.

Você pode pegar um teleférico para ver jardins espetaculares

Os jardins do Monte Palace na Madeira

O Funchal é o coração da Madeira. Do centro da cidade, um teleférico leva os visitantes em um passeio de 15 minutos, desde o centro histórico até o Monte da cidade, no topo da colina, onde você pode ter uma vista aérea incrível do Funchal e do azul do Atlântico.

Teleférico do Funchal

O passeio, com cerca de 15 minutos de duração, termina no impressionante Monte Palace, um jardim requintado com plantas exóticas de todo o mundo, pavões que passeiam tranquilamente, cisnes pretos e brancos. O teleférico funciona o ano todo, menos no dia de Natal.

Você pode se deslocar em um trenó de vime

Carros de trenó de vime na Madeira.

Depois que você subiu até o Monte no teleférico, você pode optar por descer de uma maneira pitoresca e emocionante, deslizando em um trenó de vime, num trajeto de cerca de 2 km, com dois homens com botas de sola de borracha acompanhando o passeio.

Na verdade uma espécie de sofá, esse trenó foi uma maneira que os habitantes locais inventaram para descer a colina, num passeio que dura cerca de 10 minutos (pra baixo todo santo ajuda), podendo atingir a velocidade vertiginosa de 30 km/h.

Os trenós são feitos à mão por especialistas na técnica de fabricação de vime e são controlados por homens chamados de “carreiros”, geralmente usando chapéus de palha, que asseguram a segurança dos passageiros agindo tanto como impulsores quanto freios humanos.

Na década de 1850, os trenós de vime eram o principal meio de transporte para descer do Monte, mas hoje servem para transportar os milhares de turistas que todos os anos visitam a Madeira.

O Projeto Arte de Portas Abertas

O centro histórico do Funchal é um local icônico com suas ruas coloridas e cheias de história, É o lugar perfeito para quem deseja desfrutar de um bom ambiente, restaurantes com preços razoáveis e uma vida noturna animada onde é possível ouvir o autêntico fado português, que foi importado do continente.

A parte antiga da cidade brilha ainda mais por causa do projeto Arte de Portas Abertas, onde centenas de portas foram pintadas por artistas locais, tornando o local um passeio permanente de arte ao ar livre. O destaque vai para a rua de Santa Maria, uma longa e animada via calcetada, repleta de restaurantes, bares e lojas.

No extremo oeste do centro histórico, é possível contemplar a Fortaleza de São Tiago em que, debaixo de suas muralhas, se localiza a Praia da Barreirinha, onde é possível banhar-se e comer sardinhas grelhadas dos vendedores ambulantes.

As casas tradicionais e únicas de Santana

Casas tradicionais de Santana

Santana é uma cidade encantadora cheia de flores, prados, cachoeiras e vistas panorâmicas. Uma das suas características mais singulares é a área patrimonial no centro da cidade que apresenta casas tradicionais da localidade.

Essas pequenas casas triangulares com telhado de palha, tipicamente encontradas em áreas rurais, foram usadas por fazendeiros locais durante os primeiros dias de colonização nas ilhas do arquipélago.

Uma iniciativa de preservação do patrimônio salvou mais de 100 dessas casas encantadoras, muitas das quais estão sendo restauradas. Hoje, as casas oferecem informações turísticas, serviços postais e revenda de produtos locais.

Também nos aventuramos a conhecer o adorável mercado de frutas local, onde se vende de quase tudo, de roupas e calçados a frutas, flores e legumes. No local, é possível encontrar frutas tropicais que não existem no continente, como graviola, banana da Madeira e maracujá.

Trilhas nas “levadas” da Madeira

A Madeira é o sonho de consumo para os amantes da natureza. Há percursos pedestres e trilhas bem sinalizadas por toda a ilha. Desde trilhas curtas e fáceis em terreno plano até caminhadas  que podem demorar meio dia ou mais. Ou seja, há caminhadas para praticamente todos os que querem experimentar a beleza natural da Madeira a pé.

Entre as trilhas mais interessantes se encontram as trilhas das levadas, que são pequenos canais ou aquedutos de um sistema hidráulico que remonta ao século 15.

Essa vasta rede de canais – mais de 200 levadas no total – foi construída para captar as águas que caem no alto das montanhas e transportá-la até os campos de cultura. Quase todas as levadas começam no norte ou parte central da ilha.

Ao lado dos canais, corre uma vereda, conhecida como traste ou esplanada, através das quais é possível chegar a pé a locais doutra maneira quase inacessíveis.

A rede de levadas propicia passeios espetaculares, umas vezes por percursos relativamente fáceis, outras caminhando à beira do abismo ou atravessando túneis.

Como essas trilhas se tornaram muito populares, tem havido um esforço de classificar os diversos percursos, desde os acessíveis a principiantes, até os mais difíceis e, eventualmente, perigosos.

Esse sistema hidráulico é único no mundo, tendo em conta que essas galerias e condutas foram abertas à mão, resultando na construção de 2200 km de canais e 40 km de túneis.

O nascer do sol no Pico do Arieiro é inesquecível

Acordar antes do amanhecer não é fácil, mas ver um nascer do sol inesquecível do alto do Pico do Arieiro, a 1818 metros de altura, vale a pena. A 45 minutos de carro do Funchal, o Pico do Arieiro oferece vistas de montanhas, vales e talvez até nuvens abaixo enquanto o sol nasce sobre a bela ilha.

Vários operadores turísticos oferecem passeios pela ilha que incluem um café da manhã ao nascer do sol neste local requintado. Como faz frio no cume, é bom levar junto um casaco quente.

Embora você possa chegar ao topo da montanha de carro, se quiser ver o nascer do sol dos pontos mais belos, precisará caminhar uma curta distância em terreno rochoso. Portando, é bom também usar calçados adequados.

A culinária local é deliciosa

Castanhetas, um peixinho típico da Madeira que é servido frito e bem crocante

Tal como acontece em Portugal em geral, a gastronomia da Madeira é uma delícia absoluta. Ingredientes frescos e pratos saborosos tornam cada refeição uma experiência memorável.

Além da excelente comida, muitos lugares na Madeira oferecem vistas fantásticas. Um dos nossos locais favoritos é a Quinta do Furão, um restaurante encantador com uma pousada aninhada entre as suas próprias vinhas. A quinta se localiza no topo de uma falésia na Achada do Gramacho, em Santana, na costa nordeste da Ilha da Madeira.

No local, existe uma varanda com vista para as falésias à beira-mar. A comida é simplesmente deliciosa, e o pão de batata-doce feito em casa é divino.

Outra experiência gastronómica única pode ser encontrada na Fajã dos Padres, onde os visitantes podem experimentar várias delícias madeirenses ao mesmo tempo.

Um antigo retiro de verão jesuíta, Fajã oferece um curto passeio panorâmico de teleférico até a área da praia para visitar uma adega e provar o excelente vinho da Madeira.

Os visitantes também podem fazer um tour pelos vinhedos e jardins abundantes e uma refeição de sonho no café à beira-mar. “Villas” aconchegantes estão disponíveis para aluguel se a beleza de Fajã for muito difícil de resistir.

Famoso vinho da Madeira

O famoso vinho fortificado da Madeira, amplamente conhecido como vinho da Madeira, na verdade possui vários níveis de doçura e é consumido principalmente como aperitivo ou digestivo. Produtores mundialmente famosos, como o Blandy’s, oferecem degustações e passeios locais.

Outra especialidade de bebida madeirense é a poncha. Esta bebida potente é feita com aguardente de cana-de-açúcar, sucos cítricos e especiarias. Cada lugar tem sua própria receita especial, então um bar de poncha é sempre uma ótima ideia para visitar.

Você pode ficar em um lindo hotel à beira-mar

Les Suites at The Cliff Bay

Para uma experiência suntuosa, hospede-se em um dos lindos hotéis à beira-mar da Madeira. The Cliff Bay é um deslumbrante resort de cinco estrelas com vista para o Atlântico. As comodidades incluem um restaurante com estrela Michelin, bares, bistrôs, piscinas, quadra de tênis, academia e spa.

Caso contrário, opte pelo Les Suites at The Cliff Bay, uma nova expansão com 23 suítes luxuosas e sua própria piscina de borda infinita. Os hóspedes das suítes também têm acesso a todas as comodidades de Cliff Bay, e ambos os hotéis oferecem acesso direto ao mar.

Ribeira Brava na Madeira, Portugal.

Portugal é um lugar maravilhoso para se visitar, mas a Madeira é um tesouro escondido onde os visitantes ainda podem desfrutar da cultura e gastronomia portuguesas numa ilha vulcânica de rara beleza e mata exótica.

Se você ainda não conhece, não sabe o que está perdendo. A Madeira é o segredo mais bem guardado de Portugal.

Veja também: 7 cidades do interior de Portugal que vão fazer você esquecer Lisboa

Veja também: Como conhecer o Algarve gastando pouco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *